28 de out de 2012

Minhas impressões cariocas

Voltando aos posts depois de 2 semanas off. Recarregando as baterias, pois esse ano não paro no final do ano, como de costume. Vamos aos posts !

Bom, nessas férias quinzenais rsrs fui parar no Rio de Janeiro, visitando uma grande amiga, a Ana Paula. A Ana se mudou para lá e é naquele Rio 40 graus que ela curte a bebê ao lado do maridão. Esse post vai falar de moda (embora eu não tenha tirado fotos das pessoas...mas do closet da Ana eu tirei, ah tirei) e porque também não falar do estilo carioca de ser ? Bom, pelo menos nos dias em que fiquei por lá deu pra sentir isso e como calhou de ter um final de semana no meio, eu conto como é que eles curtem.




Lazer

Essa foto é da praia do Recreio. Fica 15 minutos do condomínio onde a Ana mora. O Recreio fica depois da Barra da Tijuca, mais ou menos 40 minutos do aeroporto Santos Dumont (se não tiver nada que atrapalhe). É bem legal por lá, nada a ver com os morros, as comunidades (favelas), com aquela idéia pré-concebida que a gente tem do Rio. Um lugar à parte, com toda a infra necessária para que, se você trabalha por lá também, nem precisa sair do bairro. 

Fazia muito tempo que eu não ia pro Rio e só conhecia até a Barra, fiquei encantada com a região.

Nem precisa dizer que a praia faz parte da vida do carioca, vi muita gente sozinha, como que ah acordei e vou tomar um solzinho. Super natural. A água é gelada mesmo e essa foto aí mostra gente na areia, mas ninguém na água. Só os surfistas. Aliás, os encontros entre amigos são marcados...na praia. Não como aqui, "ah vamos nos encontrar em tal lugar ?"  Lá é, " aparece lá no Leblon (praia) amanhã." E por aí vai.

Como eles frequentam a praia, o almoço sai tarde, não tem aquela de ir almoçar e voltar depois. Muito verde espalhado pela cidade, no caminho entre o aeroporto e a casa da Ana pude notar que o Rio cresceu em volta da natureza. E que as comunidades meio que tomam conta dos morros. As celebridades são vistas constantemente, mas não tem esse frenesi que em São Paulo acontece. A Ana estava em um restaurante e Rodrigo Lombardi (o Theo de "Salve Jorge") estava lá. Ai ai.

A moda

Todo o clima de proximidade com a praia faz da moda carioca uma coisa mais leve, colorida, à vontade. Vi muito shorts - curto mesmo - nas ruas, em uma festinha em que eles me levaram - vestidos, rasteiras. A Ana já incorporou essa informalidade no dia a dia e quando vem à São Paulo, aparece de bermuda no banco e disse que o pessoal olha rsrsrs. Bom, nessa festinha que eles me levaram tinha vestido de um ombro só,  estampados soltinhos curtos, blusinhas de alcinha tipo bata, shorts, sapatilhas e sandálias rasteiras em tons de ouro velho, douradas. Uma coisa bem legal é que eles tiram o sapato em casa, e nessa festinha de criança tinha um clima bem família, então muitas mulheres estavam sem sapato. A Ana me disse que é algo que quer dizer "fica à vontade na minha casa". Legal.

O closet

Chequei na parte que eu queria. O apartamento da Ana e do Wagner é uma graça, mas o que me deixou com a máquina fotográfica a postos foi o closet deles. Isso é que é organização ! Eu não tenho esse espaço - que pena - mas se você tem olha só essas fotos !

Aqui tem metade dele e dela (mais dela, segundo a Ana rsrsrs)



Aqui é parte dele


A parte dela


Mais em detalhes da parte da Ana



Isso porque quando eu pedi para tirar as fotos ela disse que queria dar uma melhorada... acreditam ? 

E pra fechar esse post, 2 sapatinhos pra lá de estilosos da Manu, a filhota de quase 1 aninho. Pode isso ?


E o Rio ? O Rio de Janeiro continua lindo....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...